Maquiagem com FPS ajuda a economizar com protetor solar?

dezembro 08, 2022Você Chic Bonita

Maquiagem com FPS ajuda a economizar com protetor solar?

Médica especialista em Dermatologia, Dra. Flávia Villela responde a esta dúvida e traz várias dicas para manter a pele protegida quando exposta à luz solar ou fria 

Dezembro marca a chegada do verão, das caminhadas e esportes ao ar livre e, também, da campanha de prevenção ao câncer de pele, conhecida como “Dezembro Laranja”. Em todo o país, as temperaturas sobem e há maior incidência de radiação solar. Na varejista Ikesaki, historicamente há um aumento significativo em dezembro na procura por protetores solares e produtos com fator de proteção solar (FPS), como maquiagens e leave-ins. No dia a dia, as maquiagens com FPS, se aplicadas regularmente, podem ajudar na proteção da pele, seja na exposição à luz solar ou à luz fria das casas e empresas. Porém, elas podem dispensar de alguma forma o uso do protetor solar em si, ou ajudar a usá-lo em menor quantidade?  

 

Segundo Flávia Villela, médica especialista em Dermatologia e consultora da Ikesaki, a resposta é não. “Nada substitui o uso do fotoprotetor, independentemente do tipo de pele. Ele deve ter amplo espectro, ou seja, ter boa absorção dos raios UVA e UVB. Além disso, ele não pode irritar a pele, deve ter certa resistência à água, não manchar a roupa e ter, no mínimo, FPS 30. Ou seja, são vários os quesitos aos quais é precisa se atentar na hora da escolha”, afirma.  

 

Nas famílias, o desafio pode ser identificar quais produtos devem ser usados, em quais horários e com qual frequência, ou seja, escolher os protetores solares e demais produtos com FPS mais indicados para cada tipo de pele. 

 

“Nem todo mundo sabe que o protetor pode ser do tipo físico ou químico. Os protetores físicos, à base de dióxido de titânio e óxido de zinco, se depositam na camada mais superficial da pele, refletindo as radiações incidentes. Eles não eram bem aceitos antigamente pelo fato de deixarem a pele com uma tonalidade esbranquiçada, mas isso tem sido minimizado pela coloração de base de alguns produtos. Já os filtros químicos funcionam como uma espécie de “esponja” dos raios ultravioletas, transformando-os em calor”, explica a dermatologista. 

 

Dicas para garantir a proteção solar 

 

Na hora de escolher a textura do protetor solar, alguns fatores contribuem para evitar o envelhecimento precoce e garantir a saúde da pele. A seguir, a Dra. Flávia elenca alguns pontos:  

 

- É fundamental observar se a pele é oleosa ou com acne e evitar, nestes casos, produtos à base de óleo ou gel creme. Se a pele for seca ou ressecada, como em pessoas com diabetes, é preciso caprichar na hidratação antes de aplicar o protetor. A textura cremosa, neste caso, hidrata e deixa a pele mais resistente.  

 

- O protetor solar em loção costuma ser mais suave e leve que os cremes, mas também mantém a pele hidratada. O produto em gel é recomendado para diferentes tipos de pele, possui uma composição de fácil absorção, é leve e deixa a pele “sequinha”. A opção em spray é de fácil aplicação, porém exige reaplicação constante por conta da fina camada de proteção. Já a apresentação em bastão é recomendada para o rosto, nariz e orelhas. 

 

- O protetor deve ser reaplicado a cada duas horas, nas atividades de lazer ao ar livre. Com relação à quantidade, aproximadamente 1 colher de chá rasa no rosto e 3 colheres de chá cheias para o corpo, nas áreas expostas, uma vez pela manhã e outra vez no meio do dia. 

 

E quanto às maquiagens com FPS? 

 

- Vale investir em maquiagens e outros produtos, inclusive para os cabelos, que ofereçam algum fator de proteção solar, pois trazem uma proteção. Só não vale abrir mão do protetor na pele, achando que uma base com FPS, por exemplo, já dá conta do recado. 

 

De acordo com o Instituto Nacional de Câncer (Inca), o câncer de pele é o tipo mais frequente no Brasil, por conta do clima tropical e ensolarado o ano todo. "Apesar de o verão ser a estação em que as pessoas mais se lembram de usar o protetor solar, ele deve utilizado mesmo em dias nublados, pois ainda assim a pele estará exposta a radiações que podem ser prejudicais”, diz a Dra. Flávia. 

 

Além do protetor solar  

 

- O uso de roupas (com ou sem proteção UV) e acessórios como chapéus, bonés e óculos escuros ajudam a preservar a pele da exposição exagerada ao sol 

 

- Vale evitar a exposição solar nos horários de pico do Sol, como das 10h às 15h.  

 

- A pele deve ser observada. Em caso de pintas novas ou suspeitas, deve-se procurar o médico. Um dermatologista pode ser consultado uma vez ao ano, para um exame completo. 

 

- Bebês e crianças precisam ser ainda mais protegidos do Sol. Há protetores específicos para crianças e bebês a partir dos seis meses. 

 

Sobre a Ikesaki – A Ikesaki Cosméticos é a rede de hiperlojas do profissional de beleza com 58 anos de história de inovação em seu DNA. Fundada por Hirofumi Ikesaki, em 1964, no bairro da Liberdade, em São Paulo, a marca iniciou como o primeiro supermercado de produtos de beleza com um sistema de autosserviço de cosméticos. O modelo de varejo criado pela Ikesaki tem por base o respeito a todos os seus públicos, fornecimento de conteúdo e serviços exclusivos e evolução contínua, valorizando as marcas e produtos dos seus fornecedores. A marca conta hoje com nove hiperlojas no Brasil com milhares de metros quadrados e hiperloja online, todas mantendo o conceito original de ponto de venda com soluções completas, grande variedade de produtos e serviços e a melhor experiência de compra para os clientes, em um ambiente 100% voltado para a beleza. Para saber mais, acesse o Hiperloja OnlineFacebook, InstagramLinkedIn e Twitter. Central de atendimento: (11) 3122-6100. 

 

Dra. Flávia Villela, médica especializada em Dermatologia

Crédito: Divulgação

Opções de crédito: Adobe Stock/ Divulgação/ Ikesaki

Leia também

0 comentários